Desacordos acontecem com frequência na sua empresa? Veja as dicas sobre gestão de conflitos que separamos para você!

Nem sempre o ambiente de trabalho é o mais saudável possível. Conflitos são naturais e fazem parte da rotina de qualquer ambiente profissional, desde os menores até as megacorporações.

A gestão de conflitos é uma das habilidades que devem ser desenvolvidas pelos gestores de uma empresa para que esse tipo de cenário não afete o rendimento das equipes e acabe prejudicando a empresa de alguma forma.

No entanto, o que necessariamente precisa ser feito na gestão de conflitos? Quais são os resultados desse tipo de ação? Mais interessante ainda é: como a gestão de conflitos impacta no desenvolvimento dos setores e da empresa como um todo?

Essas e outras questões envolvendo a gestão de conflitos serão respondidas neste post que desenvolvemos para você. Ao final, temos até algumas dicas para quem quer se aprimorar neste tipo de atividade.

Navegue e entenda mais sobre gestão de conflitos, como fazer e quais os benefícios dessa atividade

conflitos internos empresa

O que é a gestão de conflitos?

Quando falamos de gestão de conflitos, estamos nos referindo às estratégias adotadas por uma empresa para lidar na prática com possíveis diferenças no ambiente profissional e também para a prevenção de futuros episódios do tipo.

A gestão de conflitos atua de maneira que preze pelo valor humano dos profissionais e a produtividade das equipes. Assim, é possível manter uma boa dinâmica de grupo enquanto todos os tipos de problemas são resolvidos sem maiores alardes.

Como dissemos anteriormente, conflitos são naturais dentro de qualquer ambiente, já que nem sempre as pessoas que compõem o seu quadro de colaboradores irão compartilhar a mesma linha de pensamento ou concordar em todos os posicionamentos. Porém, é nessas horas que o clima pode esquentar e colocar em cheque todo o trabalho desenvolvido anteriormente. A gestão de conflitos existe para contornar este tipo de situação, evitando maiores dores de cabeça para os gestores, colaboradores e clientes envolvidos.

No final das contas, a gestão de conflitos é a prática que se responsabiliza pela manutenção da harmonia e das diferenças saudáveis entre os colaboradores.

Qual é a importância dessa gestão para o desenvolvimento da empresa?

Um dos motores que definem o sucesso de qualquer empresa é o bom-funcionamento das equipes. O trabalho desenvolvido pelo capital humano da empresa é de suma importância para que a expansão dos negócios se torne realidade. Afinal de contas, colaboradores mais engajados e com bom entrosamento se sentem mais motivados, produzem mais e investem sua energia de maneira mais saudável nas atividades relacionadas aos trabalhos.

O papel dos profissionais de recursos humanos da empresa é mediar todas as relações que existem entre colaboradores, garantindo que o valor deles seja reconhecido e que episódios de conflito ou crise não prejudiquem o andamento dos negócios.

Dessa forma, fica a cargo dos responsáveis pela gestão de conflitos da empresa o monitoramento do clima organizacional e a criação de atividades que desenvolvam o relacionamento entre a equipe, promovendo a convivência sadia mesmo em casos de desacordo.

Se os seus colaboradores nutrem sentimentos negativos pelo ambiente de trabalho por conta de desavenças e episódios de conflito, certamente a sua operação está fadada ao fracasso, pois uma hora esses sentimentos virão à tona e o resultado certamente trará prejuízos para a organização.

Indicadores como a satisfação interna são utilizados para avaliar se o nível de conflitos internos está passando do que é considerado saudável ou não. Com isso em mente, a equipe de RH ou uma agência especializada é quem segura os parâmetros envolvendo os conflitos internos em níveis considerados aceitável. Se a perspectiva for boa, a sua empresa continuará trilhando o caminho do sucesso.

Quais são os impactos que os conflitos causarão na empresa?

Conflitos recorrentes dentro do ambiente de trabalho podem atingir a empresa de várias maneiras diferentes. Veja abaixo alguns dos principais impactos que a gestão poderá observar caso nada seja feito para contornar a situação:

Rendimento das equipes reduzidos: como citamos anteriormente, colaboradores que estão desmotivados acabam rendendo menos em suas atividades. Em larga escala, isso pode comprometer a operação de setores e até mesmo afetar os prazos, prejudicando toda uma cadeia existente.

Danos à imagem da empresa: como é de se esperar, os colaboradores que decidirem por sair da empresa por conta de conflitos certamente não irão falar bem da organização por aí. Esse é um dos piores cenários que uma empresa pode enfrentar, pois dificilmente a imagem da empresa será a mesma após as declarações desses ex-funcionários.

Efeito dominó: conflitos mal resolvidos culminam em novos conflitos, o que irá gerar uma bola de neve na empresa. É importante que todos os colaboradores estejam a par e a situação seja resolvida o quanto antes para que os problemas não aumentem.

Aumento do turnover: a taxa de rotatividade de uma empresa é um dos principais indicadores do sucesso da organização. Se os novos colaboradores estão desistindo de continuar as atividades dentro da empresa por conta de conflitos, esse número apenas aumentará.

Esses são apenas alguns dos impactos que a sua empresa sentirá ao lidar com um ambiente de trabalho estressante, resultado de desentendimentos entre os funcionários.

Quais as principais causas de conflitos?

Existem diversos cenários que são propícios ao surgimento de conflitos dentro de uma empresa. Abaixo, iremos dissertar sobre alguns:

A alteração do escopo de trabalho: quando feito sem aviso, esse tipo de mudança gera insatisfação em colaboradores que estavam habituados com um sistema operacional.

Metas irreais e cobranças abusivas: gestores que não entendem o que é possível entregar ou não para as equipes tendem a alimentar sentimentos negativos nos colaboradores, que irão ficar cada vez mais sensíveis às cobranças e ao ritmo do trabalho.

Falta de foco nas estratégias: uma gestão que não sabe direcionar bem os seus colaboradores abre espaço para conflitos entre as equipes, que não possuem todas as informações necessárias para realizar um trabalho de qualidade.

Práticas antiéticas: abuso de poder e comportamentos que desrespeitam o ambiente de trabalho ou o valor dos profissionais que fazem parte da equipe podem ser o estopim para uma série de conflitos internos e do aumento do índice de insatisfação da equipe.

Burnout e estresse acumulado: é importante observar a saúde mental dos colaboradores, pois aqueles que estiverem em níveis mais críticos de estresse se encontrarão mais propícios a desenvolver desentendimentos com os colegas de trabalho.

A falta de recursos: quando os colaboradores não possuem todas as ferramentas necessárias para a execução de trabalho, situações menos saudáveis podem aparecer no radar.

Comunicação não assertiva: a falta de comunicação ou os ruídos nessa área podem comprometer o clima organizacional de uma instituição. Alinhar a área de comunicação com a de gestão de conflitos é essencial para a resolução dos casos.

Falta de um código de conduta bem estruturado: a falta de definição de um código que deverá reger o clima organizacional pode gerar desequilíbrio entre todos os envolvidos nas operações.

Diferenças interpessoais: a discordância entre colaboradores é algo que não pode ser evitado. O que pode ser trabalhado é a reação de ambos e a prevenção de episódios mais graves através do trabalho com a equipe.

Qual é o papel do líder nessa hora?

Os líderes fazem parte dos pilares da resolução de qualquer conflito interno. Ao lado dos outros responsáveis pelo desenvolvimento humano, decisões serão tomadas para que o cenário se resolva e a situação se normalize. Mas, você sabe dizer o que é esperado de um líder em momentos de conflito? É o que veremos agora!

Um bom líder deve saber ouvir os colaboradores, pois os conflitos trazem à tona comportamentos e sentimentos quentes dos envolvidos. No meio de pessoas que estão tensas, é dever do líder ser imparcial na hora de escutar todos os lados para que decisões mais assertivas sejam tomadas.

Além disso, um bom gestor conta com a participação de todos na resolução dos problemas. Entender o contexto através de outros colegas de trabalho que não estão envolvidos no conflito é uma das ações que podem ser tomadas para melhor resolução.

Manter uma comunicação próxima com todos os envolvidos até que a situação se normalize garantirá que todos sintam que podem contar com a gestão da empresa para a resolução de episódios problemáticos, devolvendo o ar de normalidade ao ambiente profissional.

O líder é quem fará parte das etapas de mediação, negociação e resolução dos conflitos. Então, ser acessível para a equipe fará a diferença nos resultados.

Dicas para fazer uma boa gestão de conflitos

Separamos aqui algumas dicas que podem ser úteis para a gestão da sua empresa na hora de resolver os conflitos em andamento.

1 – Analise de forma neutra antes de tomar decisões

Ser imparcial é mais do que uma obrigação para os gestores: é a única forma de se resolver um conflito entre colaboradores de maneira justa. Contexto faz a diferença em conflitos e deve ser compreendido totalmente antes de qualquer ação ser tomada.

Dessa forma, as possibilidades a serem exploradas aparecerão com mais clareza e os danos à rotina da empresa serão minimizados.

2 – Entenda se o problema é recorrente

Nem sempre os conflitos terão suas origens em situações isoladas. Em muitos casos, eles são resultados de falhas graves que a gestão da empresa pode estar cometendo.

Ter um bom olho e identificar os pontos principais por trás de qualquer conflito é necessário para que situações não se tornem recorrentes.

3 – Fortaleça o espírito em equipe

Manter as equipes controladas pode mudar o desenrolar dos episódios de crise dentro de uma empresa.

É importante que a gestão consiga manter o espírito de equipe e mostre que a resolução das desavenças depende da colaboração de todas as partes para se concretizar.

4 – Tenha canais de comunicação ativos

Gestores que não se integram com o resto da equipe e que raramente conversam com os colaboradores não podem contar com a confiança dos mesmos para questões mais burocráticas.

Logo, manter um fluxo contínuo e aberto de comunicação com a equipe pode evitar que desavenças surjam, pois as insatisfações serão levadas à gestão em primeiro lugar.

5 – Evite situações em que uma das partes sai prejudicada

Independentemente do tipo de conflito, ressentimentos não podem restar entre as partes.

Negocie com todos os envolvidos e explore as opções disponíveis para que todos possam se sentir acolhidos dentro da estratégia adotada.

6 – Não adie conversas

Prazos devem ser considerados na hora de resolver qualquer desavença entre os colaboradores. O clima organizacional ficará afetado e o rendimento só cairá com o tempo.

Não postergue conversas importantes com os envolvidos ou a resolução do conflito, pois o efeito bola de neve certamente virá.

7 – Faça pesquisas periodicamente

Entender como está o clima organizacional e os níveis de satisfação interna são tarefas essenciais para qualquer gestão que deseje atingir de maneira preventiva.

Alinhe com o RH uma frequência para a produção desse tipo de pesquisa e coloque em prática mudanças para que os índices continuem progredindo.

Anotou as nossas dicas? Alinhe com a sua equipe de RH e evite conflitos futuros na sua empresa!

Te demos algumas dicas sobre como lidar com conflitos entre colaboradores na sua empresa. Esperamos que este conteúdo ajude a sua equipe a melhorar as estratégias vigentes e a evitar prejuízos.

Se a sua equipe precisar de ajuda para lidar com a gestão de conflitos, conte com a experiência do time da Electi! Nós somos uma agência de recursos humanos com mais de 17 anos de experiência e podemos ajudar a sua empresa a melhorar todos os índices internos, garantindo um ótimo clima organizacional!

Acompanhe a Electi nas redes sociais! Siga os nossos perfis no Facebook, Instagram e LinkedIn e fique por dentro de todas as novidades.

Gostou desse conteúdo? Possui dúvidas ou sugestões de assuntos que deseja ver em nosso blog? Nos envie uma mensagem! Ficaremos extremamente felizes em conversar com você.